Custom Bg

PORQUE O CAIÇARAS AINDA ESTÁ FECHADO? 

O clube está fechado desde o dia 18 de março, conforme decreto municipal.  Sua reabertura só será possível, quando autorizada por novo decreto.

AS DESPESAS DO CLUBE NÃO DIMINUÍRAM COM A INTERRUPÇÃO DAS ATIVIDADES?

Energia, água, determinados produtos de limpeza, manutenção e outros, tiveram uma significativa redução. Isto é verdade. A folha de pagamento dos funcionários também teve redução no mês de Maio. Entretanto esta redução de despesas também foi acompanhada de redução de crédito. Além disso, estes itens tem menor peso na composição das despesas, sendo que a folha de pagamento, salários, encargos e contratos com prestadores de serviços indispensáveis, como vigilância, são os que mais impactam nos custos fixos do clube.

MAS POR QUE ENTÃO A MENSALIDADE NÃO REDUZIU?

Porque a situação financeira atual não permite.  Somente com a paralização das atividades monitoradas, (Academia, natação, pilates e outros), ouve redução na receita em torno de 40%.

E ainda outras receitas como a sauna, escolinhas e ainda muitas cotas executivas que estão sendo devolvidas ao clube e assim perdemos mais mensalidades.

Para piorar a inadimplência das mensalidades subiu 30%, o que provoca um desequilíbrio entre receita e despesa. Mesmo sabendo das dificuldades do momento, estamos contando com a regularização dos recebimentos, para que o Caiçaras não tenha que tomar medidas que vão impactar no seu funcionamento quando for autorizada a sua reabertura.

O CLUBE NÃO TEM UM BOM SALDO DE CAIXA?

O Caiçaras, fruto do rigor e competência das suas últimas gestões, constituiu um saldo que vem possibilitando diversas obras, inclusive a maior obra da história do clube, que é a nossa academia.

Academia que está totalmente pronta e que se tornou uma das melhores de Minas Gerais. Só de equipamentos foram mais de Setecentos Mil Reais.

E obras a gente já sabe. Nunca fica conforme planejamos e sempre aparecem problemas no seu transcorrer e os valores sempre ficam maior do que projetamos.  E nesta grande obra não foi diferente.  Os engenheiros descobriram muitas inconsistências na rede elétrica e tivemos que praticamente refazer toda a estrutura. E por aí vai. Esta obra impactou de forma significativa a receita do clube face o considerável montante financeiro envolvido. Mas não será necessária NENHUMA CHAMADA DE CAPITAL, e em breve todos poderão desfrutar desta obra maravilhosa.

NÃO TERIA COMO DIMINUIR O VALOR DA MENSALIDADE NESSE PERÍODO EM QUE O CLUBE ESTÁ FECHADO?

Continuaremos a administrar o clube com responsabilidade, cuidando de suas finanças, para não endividarmos uma instituição onde todos os sócios são donos. A preocupação da diretoria, ainda que sujeita a desgaste e críticas, tem sido manter o clube muito bem conservado, com a manutenção necessária, de tal forma que assim que for autorizado o seu funcionamento,  possamos continuar a  oferecer toda a estrutura de serviços, já conhecida e aprovada pela maioria dos associados.

MAS POR QUE OUTROS CLUBES REDUZIRAM AS MENSALIDADES E O CAIÇARAS NÃO?

Cada clube tem sua estrutura e questões próprias. O Caiçaras é propriedade de mais de 3600 acionistas.

Todos pagam mensalidades, inclusive diretores e conselheiros.  É uma espécie de taxa de condomínio em que seus sócios como donos do clube, pagam pela sua manutenção e preservação.  

Quando acontece uma paralização como essa, as receitas desaparecem, mas os custos com pessoal, manutenção e outros, continuam.

De imediato tomamos as providencias possíveis, como colocar funcionários em férias dentre outras medidas. Agora com a continuidade dessa situação, estamos adotando outras ações para não comprometer a saúde e o nosso equilíbrio financeiro, com consequências críticas para o seu futuro.

E SE A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS CONTINUAR POR MUITO MAIS TEMPO?

Fazemos questão sempre de esclarecer, que as medidas que estamos adotando são por enquanto, de acordo com o cenário atual e estamos avaliando diariamente, o que está acontecendo, e os seus diversos impactos. Neste momento são essas as medidas que julgamos adequadas, mas estamos atentos para fazer o que for melhor para o Caiçaras e seus associados, e isso implica em rever e revisar medidas constantemente. Esta é uma situação sem precedentes, totalmente diferente e não sabemos quando vai normalizar e nem os custos que teremos que pagar. Esta pandemia vai entrar para a história da humanidade e nós podemos até não estar agradando a todos, mas estamos fazendo o nosso melhor!   Por enquanto é isso. Vamos seguir com fé e logo estaremos de volta ao nosso novo normal.  Caiçaras, cada dia melhor!